Engenharia de Controle e Automação

  • Modalidade: Bacharelado
  • Regime: Semestral
  • Período: Integral
  • Duração: 10 semestres
  • Nº de vagas por semestre: 50
  • Coordenador: Prof. Dr. Arthur de Miranda Neto
  • Telefone: (35) 3829-4632
  • E-mail: arthur.miranda@deg.ufla.br
  • Colegiado: Prof. Dr. Arthur de Miranda Neto (presidente), Prof. Dr. Danilo Alves de Lima (coordenador-adjunto), Prof. Dr. Fábio Domingues de Jesus, Prof. Dr. Felipe Oliveira e Silva, Prof. Dr. Joaquim Quinteiro Uchoa, Bruno Vicentini (técnico) e Francisco Willian Guimarães Dias (discente)
  • Núcleo Docente Estruturante (NDE): Prof. Dr. Arthur de Miranda Neto (presidente), Prof. Dr. Danton Diego Ferreira, Prof. Dr. Giovanni Francisco Rabello e Prof. Dr. Roberto Alves Braga Jr.
  • Projeto Pedagógico do Curso (PPC): (Nova versão em elaboração para 2017.)
  • Matriz Curricular (Nova versão em elaboração para 2017.)
  • Núcleos de estudos e Empresa Júnior:
    LMT – Laboratório de Mobilidade Terrestre: http://www.lmt.ufla.br/
    Ne3 – Eficiência Energética: https://sites.google.com/site/uflane3/
    Robótica Junior: http://www.roboticajr.ufla.br/
    TROIA – Equipe de Robótica: http://noticia.equipetroia.com.br/
    ZEUS – Fórmula SAE: http://zeusfsae.com.br/

Engenharia de Controle e Automação: É um ramo da engenharia responsável pelo desenvolvimento e execução de projetos de automação industrial. É conhecido também por Mecatrônica, embora, no MEC, o curso seja reconhecido como Engenharia de Controle e Automação. O Profissional da área atua em projetos e operação de equipamentos utilizados nos processos automatizados de indústrias em geral, ocupando-se do gerenciamento de projetos de automação e controle. É o responsável pela programação das máquinas e pela adaptação de softwares aos processos industriais e integração das áreas de computação, mecânica, robótica, elétrica e eletrônica.

No entanto, nosso curso na UFLA considera que vivemos a quarta revolução industrial, onde os principais ativos da indústria deixaram progressivamente de ser máquinas e prédios e passaram a se vincular à produção de novos conhecimentos técnicos e científicos, à geração de inovações e à aplicação prática de conhecimentos. As novas formas de organização industrial pressupõem perfis profissionais mais flexíveis e os contínuos processos de adaptação.

Assim, o nosso engenheiro é preparado para propor soluções que não sejam apenas tecnicamente corretas, ele deve ter a ambição de considerar os problemas em sua totalidade, em sua inserção numa cadeia de causas e efeitos de múltiplas dimensões.

Desta forma, estamos estruturando uma formação continuada e projeto pedagógico prevendo uma integração com a pós-graduação, tendo em vista complementar o conhecimento em áreas como robótica móvel, inteligência artificial, instrumentação, informática industrial, automação avançada; explorando conceitos matemáticos, ambientes de software, dispositivos eletrônicos, sensores, motores elétricos, conversão de sinais analógicos-digitais e digitais-analógicos, projeto de hardware, microprocessadores, projetos em equipe, entre outras, como uma ferramenta catalisadora, eficiente e motivadora para a aquisição de novos conhecimentos.

Nossa área de atuação é multidisciplinar, o que motiva o cruzamento de fronteiras das disciplinas tradicionais dos diversos cursos de engenharia e tecnologia, exercendo um papel preponderante na formação e contribuindo para o desenvolvimento de aplicações práticas relevantes, levando em conta: (i) problemas do mundo real; (ii) implementação e desenvolvimento de robôs inteligentes e interligados com conteúdos teóricos dos currículos das disciplinas; (iii) incluir um componente criativo para que os estudantes possam definir seus próprios caminhos para alcançar as metas na diversidade dos projetos; (iv) suporte para o desenvolvimento de trabalhos em equipe; etc.

___________________________________________________________
MERCADO DE TRABALHO: O mercado de trabalho é crescente, especialmente na indústria nacional, na qual a automação é uma necessidade quando se busca maior competitividade (redução de custos e melhoria da qualidade de produtos). O profissional encontra ofertas de trabalho em indústrias de diversos setores, como automobilístico, têxtil, químico e petroquímico, de alimentos, de tecnologia de informação, entre outras. Com uma visão sistêmica, o Engenheiro de Controle e Automação entende o processo de funcionamento e controle de uma empresa e viabiliza o funcionamento dos diferentes setores de forma integrada. Esse profissional atua também em projetos de robôs para aplicações diversas.